Sobre

O Programa de Pós-Graduação em Engenharia da Computação e Sistemas – PECS – oferta anualmente vagas para o Mestrado Profissional em Engenharia da Computação e Sistemas. As atividades do curso teve seu início no dia 22 de abril de 2010, através da resolução Nº 911/2010-CEPE/UEMA, com sua primeira turma iniciada em 02 de agosto de 2010.

O Curso de Mestrado Profissional em Engenharia de Computação e Sistemas foi aprovado pelas Resoluções 911/2010-CEPE/UEMA e 801/2010-CONSUN/UEMA, de 22/04/2010, aprovado pela CAPES e Homologado pelo CNE (Portaria 1325 de 21/09/2011 DOU 22/09/2011 sec. 1 pg. 634).

O Mestrado tem duração mínima de 18 (dezoito) meses e máxima de 24 (vinte e quatro) meses, funcionando em regime parcial (das 15:0h às 22:0h) no prédio do Centro de Ciências e Tecnologia – CCT.

O Que é um Mestrado Profissional?

(Regulamentado pela Portaria Normativa CAPES nº 17, de 28 de dezembro de 2009)

O Mestrado Profissional (MP) é uma modalidade de Pós-Graduação stricto sensu voltada para a capacitação de profissionais, nas diversas áreas do conhecimento, mediante o estudo de técnicas, processos, ou temáticas que atendam a alguma demanda do mercado de trabalho.

Seu objetivo é contribuir com o setor produtivo nacional no sentido de agregar um nível maior de competitividade e produtividade a empresas e organizações, sejam elas públicas ou privadas. Consequentemente, as propostas de cursos novos na modalidade Mestrado Profissional devem apresentar uma estrutura curricular que enfatize a articulação entre conhecimento atualizado, domínio da metodologia pertinente e aplicação orientada para o campo de atuação profissional específico. Para isto, uma parcela do quadro docente deve ser constituída de profissionais reconhecidos em suas áreas de conhecimento por sua qualificação e atuação destacada em campo pertinente ao da proposta do curso. O trabalho final do curso deve ser sempre vinculado a problemas reais da área de atuação do profissional-aluno e de acordo com a natureza da área e a finalidade do curso, podendo ser apresentado em diversos formatos.

Objetivos / Perfil Profissional a Ser Formado

O perfil do profissional formado no curso de Mestrado Profissional em Engenharia de Computação e Sistemas:

  • Atuar em área de sistemas computacionais, eletrônica, telecomunicações, micro-eletrônica, automação e sistemas, tecnologia da informação, processamento de sinais e multimídia, inteligência artificial, robótica, engenharia de software, redes de computadores, simulação, banco de dados georeferenciados e sensoriamento remoto;
  • Atuar em aplicação de conhecimentos na análise, projeto e desenvolvimento de sistemas de informática, englobando o desenvolvimento de produtos e programas de uso específico. Atuação específica inclui projetos de sistemas que utilizem tecnologia digital e de informática, criação e teste de programas de aplicação específica, teste e padronização de componentes, sistemas e programas, suporte técnico para vendas e divulgação de produtos de informática;

Áreas de Atuação dos Profissionais

Os profissionais formados no curso de Mestrado Profissional em Engenharia de Computação e Sistemas poderão atuar nas diversas esferas das indústrias, comércio e serviços, em áreas ligadas ao uso e desenvolvimento de computadores pessoais e de grande porte, redes locais, metropolitanas e de longa distância, comunicação entre e por computadores, visão computacional, inteligência artificial, programação, modelagem de bancos de dados, gerência de sistemas, comunicação via satélites, telefonia fixa e celular, sistemas de comunicações ópticas, robótica e sistemas de controle, processamento de voz, som e imagem para usos médico, industrial e entretenimento, projetos de circuitos integrados, desenvolvimento de ferramentas auxiliadas por computador.

As posições típicas de trabalho ocupadas por engenheiros de computação são as de engenheiro de projeto digital, administrador de rede, arquiteto de computadores, administrador de sistemas computacionais, engenheiro de sistemas embarcados, engenheiro de rede, engenheiro de software, programador técnico, projetista de circuitos integrados, engenheiro de controle industrial, engenheiro projetista VHDL, engenheiro de sistemas, gerente de engenharia, dentre outros dependendo do tipo da indústria.

  • Projetar e desenvolver dispositivos e sistemas para desenvolvimento de sistemas para processamento da informação para comunicação e para sistemas de controle industrial e comercial;
  • Projetar e desenvolver sistemas e tecnologias para aquisição da informação, armazenamento e comunicação, tornando sua atuação relevante na atual era da informação;
  • Conhecer relações de mercado, organização empresarial, desenvolvimento de produtos, atendimento ao cliente;
  • Atuar em pesquisa e desenvolvimento de processos computacionais e de processamento de dados aplicados às indústrias, comércio e serviços;
  • Agir com responsabilidade social ao aplicar conhecimentos e tecnologias.

Total de créditos para titulação:

  • Disciplinas: 27.0
  • Tese/Dissertação: 3.0
  • Seminário de Desenvolvimento e Acompanhamento: 9.0
  • Proficiência em Inglês: 1.0
  • Qualificação: 1.0
  • Atividades Complementares: 4.0
  • Publicação artigo : 3.0
  • Total: 48.0 Créditos

Vagas por Seleção: 15

Outras Informações Úteis: